HÁ TEMPO DE PLANTAR, TEMPO DE COLHER E O TEMPO DE MUDAR A PLANTAÇÃO.

Acordei com vontade de te falar umas coisas. Talvez você não entenda de cara, mas a sua alma entenderá.

Todos nós somos viajantes neste planeta com intuito de aprender, sempre, dentro do espaço-tempo que efetiva a terceira dimensão onde estamos. O que acontece com a maioria de nós, minha amiga e meu amigo, é que nos deixamos dominar pelo medo, que é o mecanismo de defesa do nosso ego, e acabamos nos limitando na superfície de tudo. Deixando de nos aprofundar no nosso próprio ser, que, afinal, é o único lugar onde todas as respostas existem.

Optamos por viver numa zona de conforto, mesmo que isso nos cause sofrimento, parece melhor do que o desconhecido que a mudança de padrão nos propõe. Mas acredite em mim, a liberdade que experimentamos quando saímos da condição de autopiedade e assumimos a responsabilidade por tudo aquilo que a nossa vida nos apresenta, vale a pena.

Entendendo que a lei do Carma é neutra, e que ela apenas significa resultado da nossa ação, dói, e muito, no início, mas depois liberta, e a gratidão toma conta do nosso ser. Pois, você se depara com um campo fértil, que é sua mente, e o adubo poderoso, que é o seu coração. Com esses dois trabalhando em conjunto, nada, nada mesmo poderá impedir sua felicidade. Mas ninguém é feliz vivendo na ilusão. Acredite! Dói muito, mas é milagroso o despertar.

Chico Xavier tem uma frase linda que diz que ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas todos nós podemos começar agora e fazer um novo fim… Essa é a grande misericórdia divina, a possibilidade de recomeçar todos os dias. Não importa a outra vida, o ano passado, nem ontem. Importa o aqui e o agora, o único tempo que temos. Eu gosto de dizer que todo lugar é aqui e todo momento é agora… Então se permita libertar, sair das amarras que só te fazem sentir vítima, e experimente a liberdade de construir o seu agora. Aqui, neste momento. Use a seu favor todo o tempo investido nas terapias, e use as terapias para se dar conta de que somos nós os, únicos, responsáveis por aquilo que cativamos no decorrer da nossa vida, em todas as existências.

O momento é de grande oportunidade, onde astrológica e astronomicamente o cosmos está nos favorecendo com magnetismo de grande abertura. Aproveita, você é especial. Tem muita luz pra refletir, mas precisa soltar o julgamento, o controle. Afinal, que controle nós temos? É ilusão. Agora estamos aqui e já já deixaremos de estar, e o que fizemos neste meio tempo é o que importa. A jornada da vida se define pelo bem que nutrimos em nós. Só atraímos aquilo que emanamos, e nada pode mudar isso, é uma lei universal. A lei da ressonância nos rege, assim como tantas outras. Então, se dermos o que temos de bom, receberemos o bem, já que o Universo e as suas leis são imperativas, e nada e nem ninguém pode alterá-las.

Se permita desconstruir o muro que você construiu em seu coração, ele só vai servir para separar você da sua missão. Destrua o muro e construa uma ponte. Não tema os exercícios que a vida te trouxer. Agradeça, pois são eles que nos levam além, nos permitem enxergar além das aparências, daquilo que o ego demonstra e nos permite, mesmo com dor, olhar a alma das pessoas. Siga firme sempre. E sempre conte comigo. Para almas e mentes não existe tempo e nem espaço. Sempre vibrei pela sua felicidade.

Tudo tem um tempo para acontecer, mas quem sabe faz a hora. O tempo de acontecer é você quem decide, como tudo na vida. Livre-arbítrio. Gratidão imensa por fazer parte da minha jornada. Namastê, muita luz e amor no seu caminho. E, uma dica, não feche os olhos para o conhecimento. Se permita abrir mais e mais e para sempre.