O que você está fazendo hoje, te levará para onde você quer chegar?

Se o que você está fazendo não está funcionando, está na hora de mudar… O tema dinheiro tão polêmico quanto sua necessidade é inegável. Mas como você busca pelo dinheiro é determinante para sua felicidade. A consciência e percepção sobre a realidade de que o dinheiro é o resultado de algo mais profundo é libertador.

Imagem relacionada
Você já passou a algum tempo dos 30 anos e ainda não conquistou sua independência financeira? Entenda como independência financeira, a liberdade e a capacidade de viver o estilo de vida que você deseja sem esforços imensuráveis ou depender do dinheiro de alguém.Não importa o quanto trabalhe, rale, faça hora extra, vire dia e noite trabalhando em mais de um emprego, mesmo assim não consegue sair do ciclo do trabalhar para pagar as contas?Seu dinheiro desaparece no ato em que cai na sua conta?

Ou você se sente tão impotente, pois não consegue sair da dependência do pai, marido, esposa? O famoso dinheiro tóxico, onde toda vez que você precisar de 1 real tem que pedir a alguém, que fará questão de lembrá-lo  a todo momento disso, como se sua própria consciência já não fizesse isso o tempo todo?

Vou dizer uma coisa que você talvez não goste de saber, não aceite, ou não acredite. Mas é um verdade implacável.

Tudo é escolha! E você é quem escolhe!

Não existe certo ou errado. Existem escolhas… E são as nossas más escolhas que nos fazem aprender a fazer boas escolhas.

Então sem carregar mais o peso da culpa, ficaremos com o aprendizado.

Na minha mente era totalmente impossível pensar em fazer o que eu não gostava para colher os frutos depois de 40 anos.

Pensar nisso me causava uma angústia tão grande, uma tristeza tão profunda, trabalhar durante tantos anos no mesmo lugar, fazendo a mesma coisa, para aí ter as recompensas!

Isso me causava desespero, eu não acreditava de verdade que isso era o melhor para mim e nem para ninguém, mas a culpa por pensar assim era tanta, que eu literalmente paralisava.

Pois estava pensando totalmente contra os padrões da sociedade. Então durante muito o medo foi minha referência de escolha.

Eu pensava que tinha problema para concluir meus projetos, hoje eu sei que nenhum deles eram realmente projetos, e sim movimentos que eu realizei movida pelo medo terrível de não me encaixar numa sociedade engessada no dogma que para ter sucesso precisa ter curso superior, trabalho com carteira assinada, para obter segurança e estabilidade.

Isso é uma loucura, as pessoas de maoir sucesso no mundo, nunca cursou faculdade, e não obtiveram sucesso em empregos com carteira assinada.

Como elas obtiveram sucesso? Descobrindo o que realmente queriam fazer e pagando o preço. Dominar o medo de ser diferente, para fazer a diferença.

Sabe de onde vem esse medo paralisante? Vem de tudo o que ouvimos e aceitamos como verdades desde sempre.  O ambiente onde crescemos, cheios de pessoas que também tinham um medo absurdo de fazer diferente, Quem nunca ouviu o pai ou a mãe dizer…

Se quiser ter dinheiro na vida precisa estudar e arranjar um bom emprego…

Trabalhe para poder fazer o que gosta nas férias…

Trabalho não é brincadeira é coisas séria. Diversão é nas horas vagas.

E na escola então, somos treinados para não gostar do trabalho.

Obviamente que eu sei da importância das profissões, que existem profissões que só podem ser executadas com estudo técnico aprofundado, mas nem todas. Inclusive acredito que as profissões foram criadas para que as pessoas pudessem ganhar dinheiro vivendo sua missão de vida, mas infelizmente não é o que acontece.

As pessoas escolhem suas profissões guiadas pelo medo e raramente se perguntam qual o real propósito de suas vidas. E acabam numa profissão que não gostam, fazendo por obrigação e ganhando mal.

Quantos meses por ano, você recebe seu salário e fica completamente satisfeito? Sem ter que justificar pra si mesmo a frustração gerada pelo fato de você não conseguir fazer o que gostaria com seu dinheiro?

Pois é, se você não passa por isso, parabéns. Mas tenho certeza de que a maioria sim. Quando eu trabalhava num emprego convencional, eu tinha constantemente gastrite.

Chegava no dia do pagamento, eu ficava triste, em vez de estar satisfeita e feliz. Pois sabia que aquele dinheiro desapareceria como um passe de mágica.  .

Pulando de um emprego pra outro, não parava mais do que 9 meses num mesmo emprego.

O que me gerava ainda mais frustração e sensação de fracasso e impotência.

Trabalhava para aquietar o orgulho, em empregos que nada significavam para mim, ganhando pouco, o que me mantinha dependente financeiramente da minha mãe ou marido.

Por ‘sorte’ sempre tive tudo o que quis.

Tá certo que meu querer sempre se limitou no orçamento da realidade de quem me sustentava.

Pois minha mente incrível sabia que querer mais, exigiria atitudes drásticas e uma saída imediata da zona de conforto.

Atitudes que eu ainda não estava pronta para realizar.

Não é incrível como a mente é fabulosa, criativa e ardilosa?

A mente é a causadora de tudo!

E foi quando eu percebi essa verdade absoluta é que tudo na minha vida mudou.

Para que você comece a exercer seu poder mental, vou te dar algumas sugestões.

Aprenda a direcionar os pensamentos para o objetivo almejado e pare imediatamente de alimentar pensamentos contrários.

Pensamentos geram emoções, que geram ações, que geram hábitos que resultam no seu destino. Ajuste as velas dos pensamentos na direção onde deseja chegar e não se distraía até chegar aonde quer.

O barulho ensurdecedor que a mente faz é infinitamente maior do que a pior de todas as poluições sonoras. E tem um agravante.

Aonde você for a mente irá junto. Qual a solução então?

A física quântica diz você é o observador da sua vida e que tudo que observar tende a virar realidade pra você.

O que você está observando, é aquilo que você quer tornar realidade?  Escolha o polo certo de pensamento e coloque sua atenção lá.

Quando você aprender a administrar sua mente, você administrará qualquer coisa na sua vida.

A escolha é sua.

– Ana Retore